Coachella, onde ficar: Hotel, Acampamento ou Casa? – Informações relevantes.

by

Escrevendo nosso guia para o Coachella, já convenci vocês de irem e já falei como conseguir ingresso e quando ir, correto? Próximo então, faz sentindo falarmos sobre onde ficar no final de semana do Coachella, opções de casa, hotel e até acampamento.

Primeiro, o mais importante.

É impossível tomar essa decisão sem pensar em como você pretende chegar até o festival. Por exemplo, de vários hotéis você consegue pegar um ônibus, chamado de shuttle, para o festival que passa de 15 em 15 minutos. Para mim é a melhor opção, até porque sempre você acaba bebendo. Se for essa sua escolha, considere esse hotéis que passam o shuttle, hotéis que dê para você ir a pé até outro hotel que tem um shuttle ou casas muito próximas.

Coachella Hotel La Quinta: Shuttle para o Festival.

Indo para o Coachella do hotel de shuttle. Coachella 2016, ficamos no La Quinta.

Algumas casas já podem disponibilizar motorista. Por mais perfeito que pareça, o sinal lá tanto de telefone quanto internet dos nossos celulares são horrorosos, tenha então um chip local. Imagina também a confusão de cada um querer ir embora em uma hora se o grupo for grande, e a confusão para achar o motorista… Não sei, nunca usei, me parece confuso, mas é uma opção.

Se estiver imaginando ir de carro, compre antes o estacionamento no site e fique tranquilo. Mas não recomento a não ser que você tem certeza que alguém ou você não irá beber… Vamos curtir com tranquilidade, não é?

Por último, se você não quer se preocupar com NADA e passar o dia INTEIRO no festival e pronto, considere os acampamentos internos. Existem vários tipos, dos simples ao mais chique como a Safari Tent. Veja as infos no website.

Palm Trees at Coachella Hotel.

Palm Springs, La Quinta, Indio, Rancho Mirage: é tudo perto, mas tenha certeza de que terá um meio fácil para chegar no festival.

Se você tem pensado em casa.

Saiba que tem casas MARAVILHOSAS na região, e por bem menos que o hotel. Mas parece que as melhores são sempre mais longe do festival em si, então tenha em mente o problema de deslocamento resolvido. Para um grupo maior que 5 pessoas, acho que é realmente a melhor opção, fica mais divertido todos junto né? Só recomendo organizar as compras da casa – algumas com funcionários já podem fazer isso ou fazer já em LA, e ter certeza da localização

Existem vários sites focados em aluguel para o festival, mas como nunca usei, não posso recomendar. Dois bem conhecidos de classificados são claro o AirBnB e o HomeAway, vale a pena olhar ambos, particularmente a ultima vez que vi as casas mais legais estavam no HomeAway.

La Quinta, o hotel que mais recomendo: é o mais perto do Coachella, o de melhor nível que tem shuttle e quartos e serviços excelentes.

La Quinta, o hotel que mais recomendo: é o mais perto do Coachella, o de melhor nível que tem shuttle e quartos e serviços excelentes. – foto.

Considerando escolher um hotel.

Para grupos menores, que querem conhecer mais gente e se misturar, os hotéis recomendados pelo festival, aqueles que passam o shuttle como falei, são sempre BEM animados. A piscina é clima de festa, o pessoal já acorda com o som e drinks, é divertido.

Dito isso, tem hotéis de vários níveis. O melhor com certeza se chama La Quinta, foi o que fiquei o ano passado e é também o mais próximo do festival. A lista completa você encontra atualizada cada ano no site, só procurar as informações de shuttle e ver os hotéis que passa.

O lado ruim é que, os hotéis melhores ou mais estilosos normalmente não estão na rota. Como o Ritz-Carlton Rancho Mirage, o Parker Palm Springs, o badalado Ace Hotel… Então, também tem que pensar na logística se escolher esses hotéis. Pergunte se o hotel tem algo programado para os hóspedes, quem sabe… Só não conte com taxi ou uber… Em uma dessas fomos para o festival de carona com um caminhoneiro, o Lázaro. Deu tudo certo, ele era muito bonzinho… Mas imagina a loucura!

Tendas de acampamento no Lake ElDorado, dentro do Coachella, opção em vez de hotel.

Tendas de acampamento no Lake ElDorado, dentro do Coachella, opção em vez de hotel – foto.

Acampamentos fora do festival x dentro do festival.

Eu sinceramente não entendo o por que ficar em um acampamento fora do festival. Ainda mais com a opção do Lake Eldorado Camping, dentro do Coachella, que parece linda! Sem contar que tem festa todos os dias bem bagunça no acampamento, se essa é sua vibe, go for it!

Confesso que nunca fiquei em nenhum acampamento, mas eu super ficaria nas Safari Tents! Elas chegam a ser preço de hotel ou até mais caras, mas deve ser divertido. São tendas com ar condicionado, chuveiro privado, e até a decor é linda. Vou colocas fotos da decor de 2017!

Interior Safari Tent 2017.

Interior Safari Tent 2017.

Tem até gente que não liga de gastar e compra a Safari só para fazer after depois do Coachella. Mas lembro que só entra quem tiver o acesso. Se a tenda é para 5, você terá acesso para cinco!

Coachella 2012.

Coachella 2012.

Mas afinal, qual é a experiência de Coachella que você quer ter?

Espero ter ajudado mais que atrapalhado. No fim se pergunte, qual a experiência de Coachella que você quer? Unir muitos amigos e curtir juntos? Casa. Facilidade e acessibilidade? Hotel. Bagunça e vida louca? Acampamento… Claro, que mantenha em mente os prós e contras citados a cima, e no fim relaxa que dá tudo sempre certo!

😉

xxxx, BK!

Salve no seu Pinterest!

No tags 0 Comments 0

O Guia de Compras em Gstaad.

by

Quando você fala Gstaad, Compras e Luxo, é praticamente tudo sinônimo. Passear nas ruas da vila é descoberta atrás de descoberta, e tinha a impressão que não importava o que eu comprasse, a wishlist só aumentava… As opções de compras em Gstaad me surpreenderam MUITO, não esperava! Isso porque, além de lojas próprias de designers cheias de novidades, ainda tem uma seleção de lojas multimarcas de morrer!

Embarque nesse sonho comigo no que eu chamo de O Guia de Compras em Gstaad! Prometo que tudo que você precisa saber esta aqui!

Compras em Gstaad: Foto na frente da capela no centro de Gstaad.

No centrinho de Gstaad, primeiro dia! Conhecendo e de olho em tudo!

Compras em Gstaad: Fashion Designers.

Dolce & Gabbana

A começar, saindo do estacionamento subterrâneo no centro, já cai de frente para uma Dolce & Gabbana. Não existe a quantidade de botas maravilhosas super exclusivas e vestidos de alta costura. A seleção de produtos é maravilhosa, rica e especial… Servindo chocolate suíço local, com música e atendentes animados, a loja tem a vida da cidade: clima de festa e muito luxo.

Hermés

Em seguida, a maior surpresa foi encontrar na Hermés atendentes também muito simpáticos, que até conseguiu uma bolsa que eu queria! Quem nunca teve um sales associate na loja vindo te atender de mal humor, provavelmente não esteve em lojas Hermés o sulficiente. Pela quantidade de bolsas trio Birkins, Kellys e Constances andando nas ruas, tenho a impressão que ali roda bolsas exclusivas quanto na flagship em Paris.

O Guia de Compras em Gstaad. Louis Vuitton.

Louis Vuitton.

Moncler

Esperado, eu sei, mas eu nunca vi uma Moncler tão completa. Tudo tudo para ski, até óculos e capacete. As opções de jaquetas para o dia a dia na neve também estavam lindas, eu que nunca pensei em comprar a coleção fora-de-pista da Moncler já comecei a repensar. Detalhes para os sapatos com solado para neve também. E os acessórios? Gorros, luvas e cachecóis combinando, tem algo mais eu? A parte masculina também é maravilhosa. Meu noivo, o Davi, é fã da marca, e ele se divertiu. Confesso que SUPER aprovo, acho que as roupas ficam lindas e estilosas.

Mais Designers.

Tem também uma Louis Vuitton e uma Prada, bem legais. Alias, vocês viram a coleção recente de bolsas pradas que lindas? Fiquei de olho! Quem sabe… O legal dessas lojas são realmente a seleção de invernos, casacos e botas maravilhosos e bolsas super especiais. É bem diferente do que entrar na mesma loja em uma cidade fora da montanha.

A loja que mais me emocionou porém foi a Loro Piana. Eu ainda procuro a capa ou jaqueta em cashmere perfeita do Loro Piana, mas ainda não encontrei meu tamanho na cor que quero. Vocês sabem do que estou falando? Não tem nada mais icônico. Estou de olho na jaqueta chamada Edric, mas não encontrei na cor gelo que procuro, então fico de olho em todas!

Lojas por Lorenz Bach.

Silver Sport

Dois grupos de lojas multimarcas maravilhosos que descobri. O primeiro é o das lojas do Lorenz Bach, um simpático, moderno e fino senhor que conhecemos na Silver Sport, a loja dele de artigos esportivos (bem luxuosos, claro!). Se tem alguém que define a cidade, a persona de Gstaad, esse alguém é o Lorenz Bach. Encontrávamos ele em restaurantes, bares e na loja! Sempre super simpático mas fino e contido.

A Silver Sport é uma das melhores lojas multimarcas de Ski, com as melhores marcas. A seleção mais especial deles é a de Bogner, até mais bonita que na própria loja em Zurique, vale a pena! Tem uma loja também da Silver Sport dentro do maravilhoso hotel Gstaad Palace.

O Guia de Compras em Gstaad. Maison Lorenz Bach.

Maison Lorenz Bach, #wishlist a loja toda!

Maison Lorenz Bach

A loja principal dele, provavelmente a mais movimentada e com mais marcas chama Maison Lorenz Bach, ali pertinho da Dolce. Em uma bagunçinha gostosa, você vai ver milhares – sim milhares – de peças de marcas como Missoni, Kenzo, Cavalli, Dior, Rag & Bone, … Muitas opções de marcas casuais e de sair.

E não é aquela multimarca regular, com cinco ou seis peças. Pensa em montanhas e montanhas de roupas. E com várias marcas tendências, como quando estive lá já tinham a coleção de tênis da Hogan inteirinha! O que mais me chamou atenção no entanto foi a quantidade de roupinhas maravilhosas para crianças, principalmente até cinco anos. Pensa em jaquetas Moncler miniaturas com gorro de peles de todas as cores possíveis, com gorro e luvas combinando! #MORRI.

Bach Sign

Em outra loja dele, a Bach Sign, mais boutique, mais chique, séria e selecionada, fica a única Ladurée da região. A seleção de top designers é um sonho! Estamos falando de Dior, Dolce & Gabanna, Saint Laurent, Alexander Wang, Fendi, Chloé, Alberta Ferreti… Uma seleção maravilhosa, de verdade. Tem que ir ao menos visitar!

Brunello  Cucinelli

A loja da Brunello Cucinelli em Gstaad também é Lorenz Bach, que tal? Além disso, depois ficamos sabendo que tem algumas lojas outlets dele pela cidade, mas não visitamos. O Lorenz Bach tem lojas também em Lausanne, Zermatt, Rougemont, Verbier, Villars e Crans-Montana. Com esses destinos, farei de minha meta de vida visitar todas as lojas dele, que tal? Esperta né? Todas as infos no site da grupo.

A Multimarca dos Sonhos.

Trois Pommes. Trois Pommes. Trois Pommes. Decora esse nome se você pretende pisar na Suíça algum dia. Engraçado que nunca tinha lido nada a respeito, e no último dia o Davi avistou e falou “vamos lá, acho que você vai gostar”. E que sonho de loja. Sabe as multimarcas de Paris, aquelas que tem só peças especiais, bolsas da moda em versão ainda mais exclusivas, vestidos de passarela,e tudo que você pode sonhar em ter no seu closet? Eu nunca vi uma seleção de vestidos Balmain tão maravilhosa. As bolsas Valentino em cores que eu jamais imaginei e pedrarias e bordados eram de cair o queixo. São duas lojas uma do lado da outra.

Estamos falando de Alaila, Céline, Balenciaga, Lanvin, Mary Katrantzou, Proenza Schouler, Emilio Pucci, Erdem, Saint Laurent, Rodarte… Vai só imaginando! Eu tive o azar de descobrir a loja nos últimos minutos do segundo tempo, faltando 5 minutos para fechar no nosso último dia. Ou sorte, porque apesar de não ter aproveitado em Gstaad, aproveitei em Zurique, e se não fosse a última passeadinha, jamais teriamos descoberto!

O Guia de Compras em Gstaad. Lojas Rolex e Patek Philippe.

Rolex + Patek Philippe, que tal?

Jóias e Relógios.

A quantidade de loja de joias e relógios é impressionante. Estamos falando de Hublot, Rolex, Patek Philippe, Cartier… E lojas e lojas de jóias colocando em display na vitrine peças e pedras maravilhosas, dignas de princesas. Se você estiver procurando algo maravilhoso, de peso, prepare-se para babar! Nada mais icônico do que adicionar na sua lista de compras em Gstaad um desses né? Hahaha.

Só um porém…

Nada é barato! *insira emoji do dinheiro voando aqui!* Mas tem sim promoção em algumas lojas! Recomendo ir atrás de peças diferentes sempre, essas lojas são maravilhosas para isso! E mesmo uma ou duas comprinhas que for, já vale a diversão! Faz parte do clima de Gstaad todo esse luxo exalado, de forma divertida e chique, sem ser over. Deu para vê que me apaixonei pelo lugar né… Mas você também não se apaixonou depois que leu? #GirlsParadise Mal posso esperar para voltar!

Com carinho e saudades desse lugar, aproveite as compras em Gstaad!

xxx BK!

 

Salve no seu Pinterest!

O Guia de Compras em Gstaad.

O Guia de Compras em Gstaad.

No tags 0 Comments 1

Gstaad – Quarto dia: Vem jantar com a gente? (VLOG)

by

DEMOREI mas voltei! Nessa ideia de fazer vlog semanal, não terminei de postar os videos de Gstaad. E apesar da qualidade ser inferior dos que estou fazendo hoje (estou aprendendo!), acho que o conteúdo vale a pena dividir!

No de hoje, levo vocês para jantar com a gente no La Cave, restaurante no Hotel Olden. Have fun! 😉


xxx BK!

No tags 0 Comments 0

Como conseguir ingresso para o Coachella, VIP vale a pena e qual fim de semana ir?

by

Essas são com certeza as perguntas que me fazem sempre: Como conseguir ingresso para o Coachella? Comprar o VIP vale a pena? É necessário? Qual final de semana eu vou? Vou sanar as dúvidas e dar o máximo de informação possível, mas também parte é opinião própria – lembre-se disso. Ontem falei porque eu acho que todo mundo deveria ter essa experiência, agora vou ajudar vocês a tornar esse desejo realidade!

Coachella 2014.

Coachella 2014.

Como conseguir ingresso?

Os ingressos para o Coachella vendem como pré-venda no site oficial normalmente de um a no máximo dois meses após o festival do ano anterior. Isso significa que em Maio ou Junho desse ano vai começar a pré-venda para o Coachella 2018.

Comprar diretamente do site é com certeza o melhor negócio. Você pode até “parcelar” o ingresso em um modelo que eles chamam de payment plan – em que você paga em quatro pagamentos, normalmente um a cada dois meses, o valor total da compra.

Por isso, se você já sabe que é algo que você quer fazer, já se inscreva no mailing do Coachella e fique de olho aos anúncios. Se tiver dúvida mas vontade, eu sugiro comprar, já vendo ingresso por bem mais que paguei (segui o preço que via nos sites) e foi super simples.

Apesar de chamar pré-venda, a chance de conseguir ingresso nesse estágio é muito maior porque sempre vende TUDO em uma hora, e alguns anos nem teve venda posterior, os ingressos “morreram” na pré venda. No ano passado, seguraram alguns ingressos para fazer venda, mas esgotou em 10 minutos, o que leva a crer que o volume era extremamente pequeno.

Coachella 2014.

Coachella 2014.

Perdi a pré-venda e agora?

As vezes você ficou na dúvida, decidiu depois ou ficou tentando e não conseguiu pois o site fica bem ocupado. Fique de olho nos pacotes de viagem, normalmente os pacotes hotel + ingresso duram mais. Essa tática já me salvou de ter que comprar de cambista.

Se não tiver NADA que te atenda, terá que comprar em sites de revenda. Eu recomendo o StubHub e o ViaGogo, já usei os dois. Comprar logo após a venda no site ou bem em cima (na semana) normalmente você consegue o melhor preço pois no meio do caminho as pessoas resolvem que querem fazer fortuna com a revenda. Quando não vende, acabam abaixando o preço quando o festival se aproxima.

Quando custa?

O Ingresso VIP foi vendido para o Coachella esse ano por U$ 899,00; em contra-partida a Admissão Geral (ingresso normal, sem acesso ao VIP) foi U$399,0. Esse valor permite o acesso para os três dias de festival.

E VIP, qual a diferença?

Com isso em mente, com o ingresso VIP você tem acesso a duas áreas em partes distintas do festival: uma na lateral do palco principal, com vista perfeita; outra na entrada da maior tenda, onde normalmente tem eletrônico. O som é perfeito mas não dá para ver por ser uma tenda fechada.

Na área VIP você tem sofás, tomadas, jardins, barraquinhas de comida e bebida mais legais que fora, como restaurante japonês, bar de drinks e vinho… O banheiro também é melhor, a fila para tudo é mínima e tem alguns mimos de marcas como um ano havia um espaço para retocar a maquiagem e o cabelo patrocinado pela H&M.

Além disso, é onde você pode trombar com bandas, músicos, atores, atrizes, modelos, blogueiras… Se é algo que você curte, saiba que bem raramente você vai encontrar-los fora dessa área.

Coachella 2012.

Coachella 2012.

Vale a pena? É necessário?

Vale a pena? Sim. É necessário? Não. A experiência no VIP é com certeza diferente. É mais confortável, principalmente para quem gosta de passar o dia inteiro – como eu. Ver a galera também é o máximo, não vou mentir. E poder participar de alguns shows de perto sem a lotação de tentar ficar perto do palco fora do VIP é provavelmente o melhor. O acesso também desde 2016 é separado, e você entra no festival em 10 minutos, em comparação com até uma hora dependendo do horário na entrada regular.

Dito isso, é absolutamente possível se divertir sem o VIP. Minha primeira experiência foi com o ingresso regular e amei. Rodamos tudo, as filas são organizadas e por mais que seja lotado o negócio funciona. Existe bares/banheiros/alimentação em todos os pontos e quase nada leva mais de 10 minutos, a não ser a entrada que tende a travar pela revista.

Também sempre conheci mais pessoas quando estava fora do VIP, que não tem o clima tão sociável quanto fora dele. Se você quer se misturar, conhecer gente nova e ter um Coachella mais relax, não é nada necessário o VIP. Se você quer a experiência Instagram do Coachella, acho que pode fazer falta. – Sabe o que quis dizer né?

Qual final de semana ir?

Há muitos anos, o Coachella tem repetido o festival em um segundo final de semana. Mas e ai? Qual escolher? Sendo direta: o primeiro final de semana é sempre mais legal. O festival é cheio de atrações surpresas e detalhes inovadores, no segundo final de semana todo mundo já sabe de tudo e parece que perde a graça.

Também, em algumas ocasiões, aparições surpresas ocorreram no primeiro final de semana e não voltaram no segundo. As melhores festas são sempre no primeiro final de semana, aquelas menores e mais exclusivas. No segundo final de semana tem festas maiores mais “bagunça” sabe. Em geral, as pessoas mais cool se concentram no primeiro final de semana – mas ele também é o final de semana que esgota primeira.

Explicado tudo isso, entre não ir e ir no segundo final de semana, mil vezes ir no segundo final de semana! Você vai amar de qualquer jeito, mas prefiro bem mais o primeiro final de semana. Digamos que o segundo final de semana é INCRÍVEL e o primeiro final de semana SURREALMARAVILHOSOMELHORLUGARDOMUNDO! Hahahaha…

UFA! Essas são as perguntas principais MAS, se tiver outra dúvida me perguntem no Insta, nos comentários ou por email! AMO ajudar!

xxxx BK.

Guarde no seu Pinterest!

No tags 2 Comments 0

Coachella: Porque você TEM que ir.

by

Fim de semana que vem acontece o primeiro final de semana do festival mais bombado de todos: o Coachella. Alguém tem dúvida? E a experiência é maravilhosa, a energia do lugar contagiante e todo segundo é muita diversão. Eu já fui três anos, 2012, 2014, 2016… E quero contar o que esperar, como se programar, como conseguir ingresso e tudo… Mas primeiro, porque você TEM que ir no Coachella pelo menos uma vez na sua vida.

Roda gigante a noite no Coachella 2012.

Roda gigante a noite no Coachella 2012.

Se você AMA música.

Se você gosta de música eletrônica, Hip-Hop ou principalmente Indie Rock, tenha certeza que pelo menos cinco nomes INCRÍVEIS vão ser confirmados. Nomes atuais, bandas novas, revival de bandas clássicas. Sem contar aquelas bandas/djs que você conhece 3 músicas, vai no show e começa a amar! A seleção é sempre maravilhosa e foi no Coachella que eu risquei várias bandas e DJs da minha Bucket List como Zedd, Bon Iver, The Shins, The Weeknd, Snoop Dogg, Beirut. E também revi shows que sempre valem a pena como Foster The People,  Lana del Rey, Avicii, Arctic Monkeys, Black Keys, Florence + the Machine entre outras! Sem contar o show incrível que fico arrepiada só de lembrar do Guns N’ Roses do ano passado!

Pela energia.

É impossível não ser feliz no Coachella. A energia é encantadora e difícil de explicar. Imagina que tem gente do mundo inteiro muito feliz de estar ali e todo mundo fica junto, conversa, dança, pula. Você praticamente vive três dias em um País das Maravilhas. Tudo é muito organizado então NADA estraga a vibe maravilhosa do lugar. É mágico, difícil explicar!

Coachella 2016.

Coachella 2016.

Se você curte Street Style.

Não adianta. O Coachella é um desfile SIM! E é parte da diversão, ver tantas pessoas super estilosas – homens e mulheres – com um apegada rocker ou hippie ou cool mas dentro do seu estilo sempre só que ousando mais. As produções são sempre lindas e você fica encantado de olhar! As pessoas tão com certeza no seu TOP GAME de estilo mas isso não quer dizer por nenhum segundo que o festival perde sua essência! A gente se arruma toda mas curte 100%!

Coachella 2014.

Coachella 2014.

Se você se diverte se vestindo.

E claro, você entra no clima né. E muuuuuito da diversão do festival é se produzir, imaginar os looks divertidos mas confortáveis! Então se você quer uma oportunidade para “brincar” de se vestir, se divertir, e poder usar basicamente o que você quiser (já vi gente inteira de couro e uma menina de sereia topless com estrela do mar pintada cobrindo os seios! haha), é o lugar!

Fazendo amigos! Coachella 2016.

Fazendo amigos! Coachella 2016.

Se você AMA conhecer gente nova.

Tenha certeza que você vai conhecer MUITA gente legal no festival, no hotel, nos ônibus para o festival, em todo o lugar. Dá para ir em duas ou até sozinha que você vai achar sua turma! Sem contar o quanto de gente interessante e do mundo toda que eu sempre adoro conhecer e conversar, tantas pessoas interessantes!

Se você gosta do “ver e ser visto”.

Não vamos disfarçar, o Coachella tem também uma pegada “ver e ser visto”, principalmente no VIP – mas vou explicar a diferença depois. Mas como não seria? As modelos mais lindas do mundo, atores famosos, as blogueiras que mais bombam, todo mundo em um lugar. Por isso quando uma amiga ou minha mais “enjoadinha” ou minha irmã (que é toda lady!) falam que não sabem se vão gostar, eu SEMPRE falo. “ACREDITA em mim, você vai querer voltar todos os anos.” E não estou criticando não? Eu adoro e acho que faz parte do festival e não quer dizer que você não esta aproveitando! Eu pelo menos, curto MUITO!

De Los Angeles para Palm Springs. Coachella 2012.

De Los Angeles para Palm Springs. Coachella 2012.

Se você gosta de conhecer lugares diferentes.

A viagem de carro é linda de Los Angeles, eu amo. Você consegue fazer também por exemplo de San Diego. A vegetação é maravilhosa e bem local – estamos no meio do deserto!  O Parque Nacional das Árvores de Joshua é maravilhoso, uma coisa totalmente fora de tudo que eu já tinha visto, muito interessante! E Indio, Palm Springs, e a região em si também é muito curiosa, com hotéis de todos os tipos, casas lindas, muitos eventos acontecendo e muito para conhecer! Recomendo.

Alguma leitora também já foi? O que você mais gostou? E  não se preocupe, amanhã vou contar pra vocês  COMO ir ao Coachella, conseguir ingresso e planejar a viagem. Ah, esse ano eu não estarei lá, mas ano que vem provavelmente!

xxxx BK.

Salve esse post no seu Pinterest, e encontre rapidinho:

 

No tags 0 Comments 1